terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

FALE DE SEUS SEMNTIMENTOS




Se não quiser adoecer - "fale de seus sentimentos".

Emoções e sentimentos que são escondidos, reprimidos, acabam em doenças como gastrite, úlcera, dores lombares, dor na coluna.

Com o tempo, a repressão dos sentimentos, a mágoa, a tristeza, a decepção degenera até em câncer.

Então, vamos confidenciar, desabafar, partilhar nossa intimidade, nossos desejos, nossos pecados.

O diálogo, a fala, a palavra é um poderoso remédio e poderosa terapia.



Se não quiser adoecer - "tome decisão".

A pessoa indecisa permanece na dúvida, na ansiedade, na angústia.

A indecisão acumula problemas, preocupações, agressões.

A história humana é feita de decisões. Para decidir, é preciso saber renunciar, saber perder vantagens e valores para ganhar outros.

As pessoas indecisas são vítimas de doenças nervosas, gástricas e problemas de pele.



Se não quiser adoecer - "busque soluções".

Pessoas negativas não enxergam soluções e aumentam os problemas. Preferem a lamentação, a murmuração, o pessimismo.

Melhor acender o fósforo que lamentar a escuridão. Somos o que pensamos. O pensamento negativo gera energia negativa que se transforma em doença.

Pequena é a abelha, mas produz o que de mais doce existe.



Se não quiser adoecer - "não viva sempre triste".

O bom humor, a risada, o lazer, a alegria, recuperam a saúde e trazem a vida longa. A pessoa alegre tem o dom de alegrar o ambiente em que vive.



Se não quiser adoecer - "não viva de aparências".

Quem esconde a realidade, finge, faz pose, quer sempre dar a impressão de estar bem, quer mostrar-se perfeito, bonzinho etc. Está acumulando toneladas de peso... Uma estátua de bronze, mas com pés de barro.



Se não quiser adoecer - "aceite-se".

A rejeição de si próprio, a ausência de auto-estima faz com que sejamos algozes de nós mesmos. Ser eu mesmo é o núcleo de uma vida saudável.



(Texto de Dráuzio Varella)

Saudade De Você (luiza possi)


Você viajou pra longe

Mas eu sei que vai voltar

Fala o tempo inteiro no seu nome

Não paro de pensar

Espero que não demore

Pois, não sei se vou aguentar

Ah! Meu bem, você é a minha metade

Não dá pra separar

Eu mato o tempo desenhando o seu rosto

Num pedaço de papel

A te esperar

Estou morrendo

De saudades de você

Estou morrendo

De vontade de te ver

Eu sinto tanta a sua falta

Só você me faz sorrir

Quero logo o seu abraço forte

E o mais belo beijo bem aqui

Você nem pode imaginar

Que surpresa eu preparei

Um prêmio se você adivinhar

Uma dica, eu nunca te dei

Eu mato o tempo desenhando o seu rosto

Num pedaço de papel

A te esperar

Estou morrendo

De saudades de você

Estou morrendo

De vontade de te ver

A gente tem tanta coragem

Pra acabar com toda essa crueldade

Por que que todos são tão diferentes

Não vivem a vida simples como a gente

Estou morrendo

De saudades de você

Estou morrendo

De vontade de te ver



sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

hino avulso - Cana trilhada

MOMENTOS.


Há momentos na vida em que
nos entregamos ao sonho.
Aquele sonho que sonhamos
acordados, olhos semi cerrados,
coração pulsando lentamente
deixando que a imaginação
permita flutuar nosso corpo por
entre as flores, as borboletas, os
beija flores...
Neste momento, depositmaos no
chão aquela mochila que teimamos
em carregar nas costas, pesada,
repleta... repleta de tarefas a serem
executadas, de assuntos mal resolvidos,
de medos, angústias, dores...
e, suavemente nos sentimos voar...
Esse maravilhoso e benevolente Pai
que nos permite ainda, sonhar de
olhos abertos e, com isso, reenergizar
nossa alma, para quando colocarmos os
pés no chão na realidade do momento,
possamos seguir com passos firmes e
determinados neste caminhar pela Vida!
E isso, é o que faço agora.
Sonho de olhos abertos, me
sentindo voar...
Voejando suavemente ao lado das
borboletas que me mostram na
beleza de suas cores, que as dores
nos levam a metamorfose, e esta,
nos permite recomeçar mais
determinados, mais leves, mais
corajosos, mais bonitos!
Que estas palavras ditas para mim
mesma não façam parte apenas do
sonho que estou sonhando.
Que se façam reais e vivas.
Assim que meus pés tocarem o chão
novamente quando eu me deixar
deste sonho retornar seguindo então,
confiante, meste caminho que é meu
é seu... é nosso...

Um momento de sonho acordada...
buscando de Deus, o equílibrio vital
para continuar...

(Thaís S. Francisco).

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Nostalgia

Saudades de momentos
Que não foram vividos
Anseios, desejos,
Sentir falta de alguém...

Um alguém jamais visto,
Jamais tocado,
Mas sentido...
Sei que existe!!!

Como pode não existir
Se o sinto tão perto?
O perfume reconheço de longe...
O calor da pele,
A firmeza das mãos...

Basta fechar os olhos para
Vislumbrar o brilho dos olhos
O encanto do sorriso...
Ah, o sorriso!!!

Loucuras, sandices?
Não pode ser...
Não pode ser apenas sonho!

É real!
Existe...
Pelo menos, dentro de mim!

Momento de devaneio quando constatamos que, o fato de sentirmos saudades, não nos credencia como loucos (ou não). Quem pode explicar o profundo sentimento nostálgico? Sentir saudades e não saber o porquê, nem de quem...Acredito que todos, pelo menos um dia, já se questionaram à respeito.


              DIVA L. E  CRISTOVAM MELO ....;)

...REFLETIR .......

SE O AMANHÃ NÃO VIER...

Se eu soubesse que essa seria a última vez que eu veria você dormir eu aconchegaria você mais apertado, e rogaria ao senhor que protegesse você.

Se eu soubesse que essa seria a última vez que veria você sair pela porta, eu abraçaria, beijaria você, e chamaria de volta, para abraçar e beijar uma vez mais.

Se eu soubesse que essa seria a última vez que ouviria sua voz em oração, eu filmaria cada gesto, cada palavra sua, para que eu pudesse ver e ouvir de novo, dia após dia.

Se eu soubesse que essa seria a última vez, eu gastaria um minuto extra ou dois, para parar e dizer: EU TE AMO
Ao invés de assumir que você já sabe disso.

Se eu soubesse que essa seria a última vez, eu estaria ao seu lado, partilhando do seu dia, ao invés de pensar: "Bem, tenho certeza que outras oportunidades virão, então eu posso deixar passar esse dia."

É claro que haverá um amanhã para se fazer uma revisão, e nós teríamos uma segunda chance para fazer as coisas de maneira correta.
É claro que haverá outro dia para dizermos um para o outro: "EU TE AMO", e certamente haverá uma nova chance de dizermos um para o outro: "Posso te ajudar em alguma coisa?"

Mas no caso de eu estar errado, e hoje ser o último dia que temos, eu gostaria de dizer O QUANTO EU AMO VOCÊ, e espero que nunca esqueçamos disso.

O dia de amanhã não esta prometido para ninguém, jovem ou velho, e hoje pode ser sua última chance de segurar bem apertado, a mão da pessoa que você ama. Se você está esperando pelo amanhã, porque não fazer hoje?

Porque se o amanhã não vier, você com certeza se arrependerá pelo resto de sua vida, de não ter gasto aquele tempo extra num sorriso, num abraço, num beijo, porque você estava "muito ocupado" para dar para aquela pessoa, aquilo que acabou sendo o último desejo que ela queria.

Então, abrace seu amado, a sua amada HOJE. Bem apertado. Sussurre nos seus ouvidos, dizendo o quanto o ama e o quanto o quer junto de você.
Gaste um tempo para dizer:

"Me desculpe"

"Por favor"

"Me perdoe"

"Obrigado"

ou ainda:

"Não foi nada"

"Está tudo bem".

Porque, se o amanhã jamais chegar, você não terá que se arrepender pelo dia de hoje. Pois o passado não volta, e o futuro talvez não chegue.

(texto que foi anexado no mural de comunicação interna da TAM , um dia após a queda do Boeing, pelo marido de uma das aeromoças mortas.)

O tempo e os sentimentos


http://static.blogstorage.hi-pi.com/photos/worldangel.bigbrotherblog.com.br/images/gd/1243709219/O-Tempo-e-Infalivel.jpg
"Era uma vez uma ilha onde todos os sentimentos viviam juntos: Felicidade, Tristeza, Conhecimento, Paciência, Amor.
Um dia, ouviu-se a notícia de que a ilha iria afundar no oceano e desaparecer para sempre. Todos os sentimentos prepararam seus barcos para fugir. O Amor foi o único que ficou para trás. Ele não podia suportar a idéia de abandonar a ilha. Mas, a água começou a subir cada vez mais, e quando ele percebeu
que realmente estava em perigo, resolveu pedir por socorro.
O barco da Riqueza passou por perto e o Amor chamou: "Riqueza, pode me levar com você?"
Ela respondeu: "Não, não posso... Há muito ouro e prata aqui em meu bote. Não há lugar para você."
O Amor, então, viu a Vaidade em seu barco de espelhos e reflexos. Gritou para ela: "Vaidade, por favor, ajude-me!"
"Não posso ajudá-lo, Amor", respondeu ela. "Você está todo molhado e irá estragar meu belo barco".
A Tristeza estava também muito perto, e o Amor suplicou por sua ajuda: "Tristeza, deixe-me ir com você". Com os olhos baixos, ela lhe respondeu: "Oh, Amor, estou tão triste que prefiro ir sozinha!"
A Felicidade também passou pelo Amor, mas estava tão preocupada com sua alegria que nem mesmo o ouviu chamar.
De repente, um idoso apareceu: "Venha, Amor, eu o levo". O Amor ficou tão feliz que até mesmo esqueceu de perguntar o nome de quem o ajudava.
Quando chegaram à terra e desembarcaram, o Amor encontrou o Conhecimento e lhe perguntou quem era aquele senhor.
"É o Tempo", respondeu o Conhecimento.
"Mas por que ele me ajudou?"

http://k3zman.no.sapo.pt/tempo.gif

"Porque apenas o Tempo pode entender a grandiosidade do amor".

CAMINHO




CAMINHO

Encontrei flores,
para alegrar meu destino,
antes preto e branco...

Elas coloriram
minha vida...

Dor quando vem
busco no colorido
alegria e paz...

Para seguir meu caminho.
(Graciela da Cunha)

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

[INSPIRE-SE] Cake

Porque eu simplesmente acho lindos esses tipo de suporte!


Em especial este segundo!



O que acham?